Palavras que se escrevem e se fazem escritas

palavras que se escrevem

Nem tudo é perfeito. Até escrever. Porque nem sempre estamos dispostos, mas o mecanismo de se colocar à disposição comanda o processo. Não se sabe o que virá na próxima linha, mas a palavra escrita está no comando, impera. E daí a mágica operante desvelando as palavras que se escrevem.

Pode nem ser sempre assim talvez, mas o trabalho se faz quando menos se imagina. Não é um trabalho qualquer, pelo contrário, é um trabalho de formar frases e sentidos dentro de um quadro que se emoldura revelador. O que está oculto de repente aparece como num passe de mágica.

Dizem que criar conteúdo passa por isto também. Na WEB não basta somente pesquisar um tema para se escrever sobre ele, mas é preciso encontrar aquela brecha (hack) que muitas vezes pode parecer nem existir.

Ninguém sabe muito bem o que acontece com as palavras. Pois elas estão em um universo imaterial e etéreo. Estão acessíveis a qualquer um, mas podem estar um pouco acima da nossa disposição de ir lá catá-las.

O universo do ser humano é peculiar. Ele pensa com palavras e sem elas não consegue ir a lugar algum. Pode nem ir também com elas, mas se se consegue capturá-las dentro do seu próprio universo mental é possível que se vá a algum outro ponto mais adiante, operando a mágica de ver “in loco” as palavras que se escrevem e formam alguma coisa mais sentida, mais peculiar ao próprio mundo vivido.

Uma reta é feita de infinitos pontos, sabemos. Um espaço então é feito de infinitas retas, curvas, etc. É infinito também se for medido a fundo sob o rigor da existência que transcende a fisicalidade. Há um universo muito além de onde repousam nossos pés agora. Assim eu consigo perceber o mundo

Conectar-se é a chave das palavras que se escrevem

Mas o que fazer quando as palavras não estão tão acessíveis?

O obstáculo está a nossa frente, mas pode nem parecer algo tão concreto. Muitas vezes se investe em indisposição ou dificuldade de concentração. Entretanto é só uma aparência que se esvai quando tomamos posse da ação efetiva, da conexão que se faz com o universo mental onde elas habitam.

Escrever com facilidade talvez seja a operação mais incrível que o homem faz na prática. Trazer palavras imateriais para o campo da materialidade é uma operação fantástica. Mas assim é a própria transcendência. Quando enxergamos o mundo que vai além de nossa percepção comum enxergamos a infinitude das coisas. Não parece ter fim, por isso não pode haver obstáculo concreto fora de nós.

O obstáculo somos nós. Se não estamos dispostos ou “inspirados” a escrever, cabe a nós ir até lá e buscar o que ainda não sabemos. O que está oculto então se revela. A mágica opera e aquilo que pensávamos ser antes de ser agora, foi metamorfoseado em algo novo e que dá algum sentido, algum rumo para o nosso pensamento.

Não basta ir longe. O que importa é ir, pegar o caminho e ver onde ele vai dar. Ou nos levar de todo modo. Assim é com as Letras Criativas

Post A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *